Enólogo Diogo Pereira

Diogo Pereira é o enólogo responsável de cada Quinta do Grupo LW. As nossas Quintas têm estilos diferentes, sendo o seu papel garantir que estas se complementam.

Qual é a sua experiência no sector da Enologia?

Licenciado em Enologia pela Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro. Tendo adquirido a minha experiência nas regiões do Douro, Távora-Varosa e Alentejo. Estes anos deram-me uma ampla visão e conhecimento sobre a arte de produzir vinho e moldaram-me como enólogo que sou hoje. 

Nos últimos 10 anos, tenho vindo a trabalhar em simultâneo como enólogo e consultor, tendo também criado uma empresa de distribuição de vinhos.

Produzimos vinhos autênticos em grande escala, fazendo do Grupo LW um ótimo exemplo de exportação de vinho português. Usando a expressão inglesa que tão bem nos descreve – ‘’as nature intended’’. .

Enólogo Diogo Pereira

Como define o seu papel no Grupo?

O meu papel como enólogo do Grupo LW é coordenar a produção em cada Quinta, trabalhando de perto com os enólogos residentes, de uma forma cuidada e meticulosa.
Coordeno desde o planeamento e execução de cada vindima até à parte do blending, que é onde definimos a identidade de cada vinho, criando a ’’marca’’ e estilo de cada Quinta, antecipando assim as tendências de mercado e garantindo que cada uma tenha a sua identidade própria.

A palavra Autêntico está sempre presente no Grupo LW, o que é que autêntico significa para si?

Representa um dos valores fundamentais: respeito pela natureza e preservação do meio ambiente, praticando uma agricultura sustentável, com a mínima intervenção possível, sem adição de açúcares no vinho ou pasteurização dos mesmos. Nós produzimos cerca de 1 milhão de garrafas por ano, mas não de forma industrial ou usando aditivos sintéticos, sendo que parte da nossa produção tem certificação biológica e também ’’vegan friendly’’. Autêntico para mim significa honestidade no produto que apresentamos ao consumidor.

O que faz dos vinhos do Grupo LW especiais?

Os nossos vinhos refletem o Terroir de cada Quinta, sendo todas elas distintas entre si, mas com uma linha em comum – a autenticidade e qualidade da produção. Conseguimos assim oferecer vinhos autênticos, mas em larga escala. Fazendo do Grupo LW um ótimo exemplo de exportação de vinho português.